quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

Opiniões: "A minha avó pede desculpa" e "Harry Potter e a Pedra Filosofal"

Terminei dois livros iniciados no final de 2018:


Estava muito curiosa em ler este livro, não desiludiu.
Uma história carregada de fantasia, metáforas, hipérboles (e possivelmente outras figuras de estilo de que não me recordo o nome). A relação entre avó e neta é muito especial e a forma como a narrativa é construída prende-nos ao livro.
No entanto, achei algumas passagens algo confusas, em especial quando misturavam os reinos de fantasia com a realidade das personagens.
☆☆☆

Nunca tive curiosidade em ler Harry Potter, no entanto na nossa visita em família à Sala de Leitura este livro acompanhou-nos.
A B. não o leu, mas eu tive curiosidade em conhecer.
Gostei, claro que a minha imaginação ao ler o livro se colou ao filme, que já vi com os miúdos (mais do que uma vez).
Não sei se lerei outros da mesma série pois sinto que já li melhor na temática de fantasia.
☆☆☆

segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

Análise das leituras de 2018

2018 foi o ano de regresso às leituras activas (e penso que correu muito bem).
Li 56 livros, 17116 páginas, numa média de 46 páginas por dia.
O mês em que li mais foi o de outubro, o que li menos foi setembro.
O maior livro tinha 1251 páginas (A Dança da Morte, de Stephen King) e o menor 15 (O Homem que Plantava Árvores, de Jean Giono).
O livro "mais antigo" datava de 1800 (Os Crimes do Amor, de Marques de Sade) e o mais recente foi de 2018.
Li autores de 15 países diferentes, na maioria portugueses (19), 34 autores masculinos, 19 femininos e 3 livros de uma dupla (M/F).

Pela análise do último parágrafo penso que trabalhei mal a igualdade de género...

Li livros muito bons, alguns assim assim. Descobri novos géneros (fantasia, contos, policiais) e novos autores.

Desabafos literários

Sigo alguns blogs/youtubers nacionais, com excelentes sugestões de leituras/autores.
Nas horas mortas dou uma vista de olhos nos blogs, enquanto passo a ferro vejo vídeos.
Nos últimos dias foram publicadas listas de livros lidos, os melhores de 2018, os melhores por género, próximos autores a ler, etc. etc.

São tantas as sugestões que acabo por ficar muito indecisa, como uma criança que entra numa loja de doces e só pode escolher uma única variedade, de entre as mil existentes...

A literatura é tão vasta e parece que o tempo é tão curto para ler tudo...

Vou ter de desenvolver algum sistema de classificação de prioridades :) ou um desafio pessoal...

Ler mulheres? Autores Portugueses? "Nobeis"? Premiados? Autores desconhecidos? Clássicos? Países que ainda não "visitei"?
Colocar no goodreads livros a ler ou registar num caderno?


Para aumentar a confusão (ou então não) tenho uma maratona a decorrer #mllivropólio e os seguintes desafios propostos:

  • Goodreads: Grupo Read-along - desafio Anual TOP + Bingo;
  • Goodreads: A outra Mafalda - Ciclo Terramar
  • Goodreads: Clube dos clássicos Vivos: Janeiro/Fevereiro "Admirável Mundo Novo"


Gosto de me juntar a maratonas/desafios (a minha veia competitiva a falar) portanto imagino que se "tropeçar" em mais desafios, sou capaz de aceitar mais uns quantos...

E tempo para tudo (ou para outros projectos)?

sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

Soneto do Prazer Maior - Bocage

Bocage: Soneto do prazer maior

Amar dentro do peito uma donzella;
Jurar-lhe pelos céus a fé mais pura;
Fallar-lhe, conseguindo alta ventura,
Depois da meia-noite na janella:

Fazel-a vir abaixo, e com cautela
Sentir abrir a porta, que murmura;
Entrar pé ante pé, e com ternura
Apertal-a nos braços casta e bella:

Beijar-lhe os vergonhosos, lindos olhos,
E a bocca, com prazer o mais jucundo,
Apalpar-lhe de leve os dois pimpolhos:

Vel-a rendida emfim a Amor fecundo;
Dictoso levantar-lhe os brancos folhos;
É este o maior gosto que há no mundo.


(e-book que estou a ler para a  #mllivropólio. Não é uma leitura fácil, pois às tantas os poemas tornam-se repetitivos, mas não deixa de ser interessante)

quinta-feira, 3 de janeiro de 2019

Últimos livros lidos


Não tenho escrito por aqui, mas tenho lido bastante:

Terminei de ler:

Uma nave verde aterra na lua. Inicialmente todos duvidam que seja verdade (talvez seja um golpe de publicidade ou uma experiência de algum país), até que é feito um terrível comunicado à população mundial!

Um grupo de amigos começa a preparar-se para o que aí vem. E se no inicio as intenções eram boas, com o desenrolar da história vemos que afinal a sede de poder se sobrepõe a outros ideais mais nobres.

Ps: os extraterrestres são apenas o mote para o desenrolar da história. Aparecem, fazem o que têm a fazer e desaparecem. 
 ☆☆☆☆




Esta era uma leitura conjunta, mas eu já terminei, a filha e o marido não.
Confesso que nunca tive muita curiosidade com estes livros/filmes mas gostei bastante e até já vi o filme correspondente, 

☆☆☆☆








Comecei a leitura de 3 livros




Um livro histórico, algo "pesado". Custa-me ler sobre certas atrocidades que foram feitas quando os europeus colonizaram outras terras, em África e na América.









Adquiri na loja KOBO o e-book "Os Grandes Romances de Dostoievsk", que contém os romances "Crime e Castigo, Os Irmãos Karamazov, O Idiota, Os Possessos, Gente Pobre, Recordações da Casa dos Mortos, O Eterno Marido, Netochka Nezvanova, Humilhados e Ofendidos, O Sonho do Tio, O Jogador" (0,99 €). 
Comecei pelo primeiro romance e estou a gostar bastante. É a minha introdução aos clássicos russos.







Nas férias de Natal fomos passear com os miúdos e visitámos a sala de leitura da nossa Biblioteca Municipal. Quando vi que tinham recebido este livro não hesitei em trazer, pois a curiosidade em ler era bastante (conheço a tradutora e ela recomendou a leitura).
Já li quase metade, é um livro terno, com um toque de humor e que aborda alguns temas importantes: o bulling, a solidão, as relações humanas.  








sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

Atualização de leituras

Ultimamente o tempo tem sido escasso, daí a falta de posts.
Também tenho lido claramente menos, no Inverno o corpo pede mais horas de sono.
Em Novembro não terminei nenhum livro, no entanto este mês as leituras têm sido melhores:


Terminei:
  • O mistério da estrada de Sintra, de Eça de Queirós e Ramalho Ortigão
  • Contos, de Ambrose Bierce
  • Iniciei e terminei um pequeno conto, que é uma leitura obrigatória da minha filha mais velha (5º ano): "A Viúva e o Papagaio, de Virginia Woolf,".
Iniciei:
  • O Bom Ditador, de Gonçalo Dias. Um e-book gratuito, de que estou a gostar bastante;
  • Iniciei uma leitura conjunta com a minha filha "Crónicas de Narnia -  O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa".

Continuo a ler as poesias de Bocage, confesso que se estão a tornar um pouco repetitivas....




Estou igualmente a ler dois livros da Fundação Francisco Manuel dos Santos, Filosofia em Directo e O Cancro



 

segunda-feira, 12 de novembro de 2018

Leituras de Outubro e objectivos para Novembro

Em Outubro
  • Terminei o Dança da Morte
  • Iniciei (e terminei) O Executor, de Lars kepler (524 páginas) e A rapariga do lago, de Carina Rosa (63 páginas)
  • Iniciei (e terminei já em novembro) A Loucura de Deus, de Juan Miguel Aguilera (352 páginas - novo pais acrescentado ao meu mapa).
  • Iniciei: 
    • Poesias eróticas, burlescas e satíricas, de Bocage
    • O mistério da estrada de Sintra, de Eça de Queirós e Ramalho Ortigão
    • Contos, de Ambrose Bierce



Depois de ter iniciado o livro de contos, vi no canal da Mafalda o desafio Vamos ler contos durante o mês de Novembro? #nestórias pelo que coloquei este livro de parte, para o incluir então neste desafio.

Como se 3 livros em andamento não fossem o suficiente, neste fim-de-semana iniciei a leitura de
mais um: O Som e a Fúria, de William Faulkner, o livro que está a ser lido no Clube dos Clássicos Vivos.

Portanto o grande objectivo deste mês de Novembro será terminar todas estas leituras em andamento e não iniciar mais nenhuma leitura sem terminar estas... será que consigo?

Opiniões: "A minha avó pede desculpa" e "Harry Potter e a Pedra Filosofal"

Terminei dois livros iniciados no final de 2018: Estava muito curiosa em ler este livro, não desiludiu. Uma história carregada de fant...