segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019

Terminados em Janeiro

O Sonho do Celta - 438 páginas, Peru
A minha avó pede desculpa - 336 páginas, Suécia
Harry Potter e a pedra Filosofal - 317 páginas, Inglaterra

Admirável mundo novo - 254 páginas, Inglaterra

Uma re-leitura de um livro que me marcou (li talvez à uns 20 anos). Agora, com outros olhos, vejo que a evolução da sociedade, inventada por Huxley, é igualmente machista (as mulheres pneumáticas ?!?), igualmente marcada por crenças, já não em Deus, mas em Ford.
A ausência de liberdade marcada logo na concepção.
Um livro que me continua a fascinar.


☆☆☆☆




O médico do Vale - 223 páginas, Alemanha

Igualmente uma re-leitura. Não me recordava de nada deste livro, portanto li-o como se fosse uma leitura nova.
Um médico e um padre, numa terra perdida algures no México (e assolada por uma seca extrema), lutam contra o homem mais poderoso da região, Jack Paddy, que detém o poço com mais água e dá emprego à população (na plantação de drogas). 
Nesta aldeia apenas existem 3 poços, o de Jack, o do padre e o do hospital, sendo que estes últimos estão praticamente secos (provavelmente devido ao de Jack).
Esta "luta" trava-se com base na água, Jack não distribui água do seu poço, mas gasta-a na piscina, nos jardins. Chega a ponto de "sabotar" a água do hospital.
Há igualmente uma história de amor, uma bela rapariga que surge na aldeia, cujo pai (vem ela a descobrir) é também um barão da droga. Há a cólera, a crença na igreja, a crença na medicina, a morte, o amor, a corrupção. 
Este livro lê-se relativamente bem, pode não ser uma obra-prima mas levanta algumas questões bem atuais, em especial a da água: um bem que nas sociedades modernas damos por adquirido mas que quando falta pode originar revoluções!
☆☆☆



quinta-feira, 24 de janeiro de 2019

Atualizei o meu mapa de países visitados

Peru: "O Sonho do Celta" de Mário Vargas Llosa


Um livro muito denso, demorei 30 dias a terminar.
Aborda a vida de Roger Casement, cônsul britânico de origem irlandesa e o seu trabalho no Congo, Amazónia Peruana e activista pela independência da Irlanda.
A descrição das atrocidades cometidas contra os nativos do Congo e Amazónia é impressionante...
Recomendo, pelo valor histórico do livro.
☆☆☆





Rússia: "O Crime e o Castigo", de Fyodor Dostoyevsky


A minha estreia com os clássicos Russos.
Ainda não terminei, mas está a ser uma leitura bem interessante.











Alemanha: "O médico do vale", de Heinz G. Konsalik


Uma re-leitura de um livro que li na minha infância/adolescência.
Escolhi este livro para a maratona literária #livropólio - Casa 15 (ler um livro editado no século XX).
Sou sincera, já não me recordava de nada deste livro. Apesar de estar a gostar, vejo que há ali muito estilo da época: a menina rica apaixona-se subitamente pelo médico pobre, o altruísmo do médico e do padre, o vilão, a figura importante da religião e do padre, etc...









quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

Opiniões: "A minha avó pede desculpa" e "Harry Potter e a Pedra Filosofal"

Terminei dois livros iniciados no final de 2018:


Estava muito curiosa em ler este livro, não desiludiu.
Uma história carregada de fantasia, metáforas, hipérboles (e possivelmente outras figuras de estilo de que não me recordo o nome). A relação entre avó e neta é muito especial e a forma como a narrativa é construída prende-nos ao livro.
No entanto, achei algumas passagens algo confusas, em especial quando misturavam os reinos de fantasia com a realidade das personagens.
☆☆☆

Nunca tive curiosidade em ler Harry Potter, no entanto na nossa visita em família à Sala de Leitura este livro acompanhou-nos.
A B. não o leu, mas eu tive curiosidade em conhecer.
Gostei, claro que a minha imaginação ao ler o livro se colou ao filme, que já vi com os miúdos (mais do que uma vez).
Não sei se lerei outros da mesma série pois sinto que já li melhor na temática de fantasia.
☆☆☆

segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

Análise das leituras de 2018

2018 foi o ano de regresso às leituras activas (e penso que correu muito bem).
Li 56 livros, 17116 páginas, numa média de 46 páginas por dia.
O mês em que li mais foi o de outubro, o que li menos foi setembro.
O maior livro tinha 1251 páginas (A Dança da Morte, de Stephen King) e o menor 15 (O Homem que Plantava Árvores, de Jean Giono).
O livro "mais antigo" datava de 1800 (Os Crimes do Amor, de Marques de Sade) e o mais recente foi de 2018.
Li autores de 15 países diferentes, na maioria portugueses (19), 34 autores masculinos, 19 femininos e 3 livros de uma dupla (M/F).

Pela análise do último parágrafo penso que trabalhei mal a igualdade de género...

Li livros muito bons, alguns assim assim. Descobri novos géneros (fantasia, contos, policiais) e novos autores.

Desabafos literários

Sigo alguns blogs/youtubers nacionais, com excelentes sugestões de leituras/autores.
Nas horas mortas dou uma vista de olhos nos blogs, enquanto passo a ferro vejo vídeos.
Nos últimos dias foram publicadas listas de livros lidos, os melhores de 2018, os melhores por género, próximos autores a ler, etc. etc.

São tantas as sugestões que acabo por ficar muito indecisa, como uma criança que entra numa loja de doces e só pode escolher uma única variedade, de entre as mil existentes...

A literatura é tão vasta e parece que o tempo é tão curto para ler tudo...

Vou ter de desenvolver algum sistema de classificação de prioridades :) ou um desafio pessoal...

Ler mulheres? Autores Portugueses? "Nobeis"? Premiados? Autores desconhecidos? Clássicos? Países que ainda não "visitei"?
Colocar no goodreads livros a ler ou registar num caderno?


Para aumentar a confusão (ou então não) tenho uma maratona a decorrer #mllivropólio e os seguintes desafios propostos:

  • Goodreads: Grupo Read-along - desafio Anual TOP + Bingo;
  • Goodreads: A outra Mafalda - Ciclo Terramar
  • Goodreads: Clube dos clássicos Vivos: Janeiro/Fevereiro "Admirável Mundo Novo"


Gosto de me juntar a maratonas/desafios (a minha veia competitiva a falar) portanto imagino que se "tropeçar" em mais desafios, sou capaz de aceitar mais uns quantos...

E tempo para tudo (ou para outros projectos)?

sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

Soneto do Prazer Maior - Bocage

Bocage: Soneto do prazer maior

Amar dentro do peito uma donzella;
Jurar-lhe pelos céus a fé mais pura;
Fallar-lhe, conseguindo alta ventura,
Depois da meia-noite na janella:

Fazel-a vir abaixo, e com cautela
Sentir abrir a porta, que murmura;
Entrar pé ante pé, e com ternura
Apertal-a nos braços casta e bella:

Beijar-lhe os vergonhosos, lindos olhos,
E a bocca, com prazer o mais jucundo,
Apalpar-lhe de leve os dois pimpolhos:

Vel-a rendida emfim a Amor fecundo;
Dictoso levantar-lhe os brancos folhos;
É este o maior gosto que há no mundo.


(e-book que estou a ler para a  #mllivropólio. Não é uma leitura fácil, pois às tantas os poemas tornam-se repetitivos, mas não deixa de ser interessante)

quinta-feira, 3 de janeiro de 2019

Últimos livros lidos


Não tenho escrito por aqui, mas tenho lido bastante:

Terminei de ler:

Uma nave verde aterra na lua. Inicialmente todos duvidam que seja verdade (talvez seja um golpe de publicidade ou uma experiência de algum país), até que é feito um terrível comunicado à população mundial!

Um grupo de amigos começa a preparar-se para o que aí vem. E se no inicio as intenções eram boas, com o desenrolar da história vemos que afinal a sede de poder se sobrepõe a outros ideais mais nobres.

Ps: os extraterrestres são apenas o mote para o desenrolar da história. Aparecem, fazem o que têm a fazer e desaparecem. 
 ☆☆☆☆




Esta era uma leitura conjunta, mas eu já terminei, a filha e o marido não.
Confesso que nunca tive muita curiosidade com estes livros/filmes mas gostei bastante e até já vi o filme correspondente, 

☆☆☆☆








Comecei a leitura de 3 livros




Um livro histórico, algo "pesado". Custa-me ler sobre certas atrocidades que foram feitas quando os europeus colonizaram outras terras, em África e na América.









Adquiri na loja KOBO o e-book "Os Grandes Romances de Dostoievsk", que contém os romances "Crime e Castigo, Os Irmãos Karamazov, O Idiota, Os Possessos, Gente Pobre, Recordações da Casa dos Mortos, O Eterno Marido, Netochka Nezvanova, Humilhados e Ofendidos, O Sonho do Tio, O Jogador" (0,99 €). 
Comecei pelo primeiro romance e estou a gostar bastante. É a minha introdução aos clássicos russos.







Nas férias de Natal fomos passear com os miúdos e visitámos a sala de leitura da nossa Biblioteca Municipal. Quando vi que tinham recebido este livro não hesitei em trazer, pois a curiosidade em ler era bastante (conheço a tradutora e ela recomendou a leitura).
Já li quase metade, é um livro terno, com um toque de humor e que aborda alguns temas importantes: o bulling, a solidão, as relações humanas.  








Terminados em Janeiro

O Sonho do Celta - 438 páginas, Peru A minha avó pede desculpa  - 336 páginas, Suécia Harry Potter e a pedra Filosofal - 317 páginas, Ingl...